Árbitros

Árbitros de Agility – 2017-2018

Árbitros Internacionais:

  • Artur Licinio Pereira Pires – Estado – SP
  • Dan Wroblewski – Estado – SP
  • Mauro Zimenez – Estado – SP
  • Paulo Rogério L. Prado – Estado – SP
  • Samir S. Abu Laila – Estado – SP
  • Tiago Rocha Vieira – Estado – SP
  • Henrique Garcia – Estado – SP
  • José Luis Filho – Estado – SP
  • Renam Campos – Estado – SP
  • Aurélio Schubert – Estado – RS
  • Samy Wroblewski – Estado – SP

Árbitros Nacionais:

Classe A:

  • Giovanni Barsanti Filho – Estado – RJ
  • José Ernesto Galvão Ferreira – Estado – SP
  • Alexandre Xavier Borges – Estado – PE
  • Diego Carrasco – Estado – SP
  • Guilherme Trevisan – Estado – SP
  • Miguel Ferigatto – Estado – SP
  • Alexander Scholnik – Estado – SP
  • Felipe Minet – Estado – PR
  • Maviael Bernardo – Estado – PE

Classe B:

  • Simone Lessa – Estado – SP
  • Flávio Alves – Estado – RJ
  • Rodrigo Barsanti – Estado – RJ
  • Roberto Brazão Farinha – Estado – PR
  • Eduardo Rocha – Estado – SP
  • Luis Alfredo – Estado – SP

Aspirantes a Árbitros:

  • Flávio Peres – Estado – SP
  • Marcela Françoso – Estado – SP
  • Vivyane Specian – Estado – SP
  • Cassiana Gusso – Estado – PR
  • Ana Cecília Rocha – Estado – PR
  • Geraldo Braz Neto – Estado – PE

Exigências para a promoção de Árbitros e Aspirantes a Árbitros de Agility e suas atribuições:

Árbitros Nacionais:

Aspirantes a Árbitros

  • Todos os candidatos aprovados em bancas realizadas pela Comissão de Arbitragem julgam provas da categoria INICIANTES

Árbitros Classe C

  • Obtenção de 3 (três) avaliações EXCELENTE em suas atuações;
  • Julgam provas das categorias INICIANTES e GRAU 1;

Árbitros Classe B

  • Obtenção de 5 (cinco) avaliações EXCELENTE em atuações em provas de Grau 1;
  • Julgam provas das categorias INICIANTES, GRAU 1 e OPEN 2 e 3;

Árbitros Classe A

  • Obtenção de 5 (cinco) avaliações EXCELENTE em atuações em provas de Grau 2 ou Open 2 e 3;
  • Julgam todas as categorias em provas de âmbito nacional;

Árbitros Internacionais:

  • Obtenção de 8 (oito) avaliações EXCELENTE em atuações em provas de Grau 2, Open 2 e 3 ou Grau 3;
  • Ter noções intermediárias em qualquer idioma oficial da FCI – inglês, francês, espanhol ou alemão;
  • Julgam todas as categorias em provas de âmbito nacional ou internacional;
  • Devem colaborar sempre que possível com a Comissão de Arbitragem no acompanhamento dos árbitros
    de classe anterior podendo, a pedido da CA, atuar como avaliadores;
  • Devem, de imediato, comunicar à CA os convites recebidos para atuações em território internacional.

 

Receba nossas novidades