Tristeza pela morte de Tarak

É com tristeza que falamos sobre a morte do cão Tarak, conduzido por Gianfranco Ricci, da Itália, durante o Open Europeu Junior, sábado passado, dia 6 de julho de 2013.

O cão, da raça Pastor Belga Malinóis, segundo informações, teria quebrado o pescoço após colidir dentro do túnel em uma área mais baixa devido a amarração para que o obstáculo não se movimentasse.

A CBA se solidariza com a família do cão e com a seleção italiana, e deseja seus pesares, esperando que esse triste acidente nos faça observar com mais cuidado os pequenos detalhes para que esse tipo de situação não aconteça mais.”

CBA
Comissão Brasileira de Agility

Receba nossas novidades